Home Page Home Page Facebook Fale Conosco Administrativo

HISTÓRICO DA IGREJA NOSSA SENHORA APARECIDA

Esta publicação foi criada em: 01/05/2013.
5468 pessoas visitaram esta página.
A Igreja Matriz de Nossa Senhora Aparecida, sito à Avenida São Paulo, 1679, Centro, localizada entre o Rio Mongaguá e o Oceano Atlântico, pertence à Mitra Diocesana de Santos, e existe desde 15 de dezembro de 1948, data da doação do terreno.
A doação e a construção da igreja matriz encontram-se ligadas diretamente ao Dr. Fernando Arens Junior, fundador da Companhia Territorial Paulista, onde ele mesmo prometeu a Sra. Antonieta Loureiro, esposa do Dr. Raul Loureiro – Presidente na época da Comissão da Obra da igreja, que doaria um terreno em Mongaguá para a construção da igreja, devido às dificuldades que o povo enfrentava para participar das atividades da igreja, tendo que se deslocar até Itanhaém.
A escritura foi lavrada em data de 08/07/1947, no cartório do 7º Ofício da Comarca de Santos, figurando o espólio do Dr. Fernando Arens Junior, como doador, e a Mitra Diocesana de Santos como donatária.
Em 24/07/1949, foi inaugurada a Capela Mor da Igreja Nossa Senhora Aparecida. A Missa inaugural, seguida pela procissão, foi celebrada por D. Idílio José Soares, Bispo da Diocese de Santos na presença de uma multidão de fiéis.
A imagem da Santa Nossa Senhora Aparecida foi oferecida pela sra. Antonieta Loureiro, grande devota desta Santa especialmente encomendada aos Padres Redentoristas da Aparecida do Norte - SP, com carta do Revmo. Vigário da Basílica, comunicando que a Imagem havia sido “tocada” pela venerada naquela Basílica como Padroeira do Brasil. Infelizmente esta e mais duas imagens foram roubadas da igreja tempos depois.
Segundo informações do Revmo. Vigário de Indianópolis - SP, padre Roberto José Walz, o Altar Mor onde foi instalada a Imagem, era de madeira, provinha da Velha Sé, Catedral de São Paulo e possuía um valor histórico incalculável.
A Capela Mor, com 70m2, foi construída de frente para o mar. Era pequena obedecendo às características da construção das igrejas no Brasil (posteriormente essas Capelas transformavam-se no Altar Mor). Era de alvenaria construída no estilo arquitetônico Colonial.
Foi D. Idílio que acenou pela Capela de se tornar sede de Paróquia em 11/05/1954. Realmente isto só se verificou sete anos depois em 27/02/1961, sendo apresentado o Padre Newton José Crippa, que deveria ser nomeado o primeiro Vigário da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, infelizmente sua permanência foi curta, renunciando inesperadamente, alegando motivos de saúde.
Antes de ser Paróquia, passaram por Mongaguá, os padres que pertenciam à cidade de Itanhaém. Monsenhor Ari Ferreira de Aguiar (vigário de Itanhaém), fazia assistência à capela no período de 1956 à 1959, todos os domingos.
A partir de 1961, há presença permanente de sacerdotes atendendo às necessidades espirituais dos numerosos membros da comunidade católica de Mongaguá.
Padre Newton José Crippa, de 27.02.1961 à 07.05.1961;
Depois de dois anos veio o padre Eugenio Buzato, em 03.03.1961;
Padre Túlio Aballe, de 25.10.1964 à 01.03.1969;
Padre Mário Hugo Scacheri, de 09.08.1970 à 09.07.1972 (pertencia ao Pontifício Instituto das Missões);
Padre Tadeusz Adamczyk, em 08.07.1972;
Padre João Solalc, de 13.04.1980 à 11.08.1980;
Padre Laurence Avallimontt, de 13.04.1980 à 16.03.1982);
Padre Teodoro Zaidowicz, de 30.07.1983 à 1996 (padre salesiano a disposição da Diocese);
Padre Bogumil (Teófilo) Lubecki, de 07.11.1986 à 15.12.2007 (padre mariano a disposição da Diocese).
A partir da morte do pe. Teófilo Lubecki, a Congregação dos Padres Marianos assumiu oficialmente o ministério pastoral da paróquia de N. Sra. Aparecida, que atualmente abrange tanto a igreja Matriz como numerosas comunidades espalhadas pelos bairros de todo município. Com o início de 2008 foram designados para este trabalho os padres Estanislau Galant, MIC (pároco) e Tadeu da Silva (vigário paroquial) permanecendo na paróquia até o dia 26 de fevereiro de 2012. Na sequência o pe. Leandro Ap. da Silva, Superior Provincial dos Padres Marianos designou para ministério pastoral em Mongaguá os padres João Bacal, MIC, empossado como pároco em 04 de março de 2012, e Edilson M. Rodrigues, MIC, diácono, ordenado sacerdote em 14 de julho de 2012 e a partir desta data, nomeado vigário paroquial da paroquia de N. Sra. Aparecida.

Fontes:
Dr. Raul Loureiro, Anotações para a História de Mongaguá.
Arquivo paroquial de N. Sra. Aparecida de Mongaguá.

Fotos relacionadas







Criado por: guiamongagua.com.br


Av. São Paulo, 1.679 - Centro - Mongaguá/SP
Tel: (13) 3448-5532 - paroquia.mongagua@gmail.com